Você está aqui: Página Inicial > central de conteúdos > Notícias > 2017 > 12 Dezembro > Em Rondônia, Secretário Juvenal Araújo participa da criação de núcleo especializado contra crimes raciais e discriminação religiosa

Notícias

Em Rondônia, Secretário Juvenal Araújo participa da criação de núcleo especializado contra crimes raciais e discriminação religiosa

por publicado: 15/12/2017 15h44 última modificação: 15/12/2017 15h46

A Secretaria de Estado de Segurança, Defesa e cidadania - SESDESC, a Defensoria Pública do Estado de Rondônia, Secretaria de Estado de Assistência e Desenvolvimento social - SEAS e o Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial - CEPIR realizaram nesta sexta-feira, 15 de dezembro de 2017, no auditório da OAB/RO, o Workshop de Criação e Implementação do Núcleo Especial de Crimes Raciais e Discriminação Religiosa. Convidado para palestrar, o Secretário Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Juvenal Araújo, defendeu a criação da Delegacia de Combate a Crimes Raciais e Delitos de Intolerância - DECRADI em todos os estados brasileiros e destacou a gravidade dos casos de ataques de intolerância cometidos contra as religiões de matriz africana ocorridos em todo Brasil.

O Secretário acredita que com a institucionalização de mais delegacias, haverá mais investimentos em capacitação para agentes de segurança pública e representantes civis a fim de serem mediadores de conflitos. “A qualificação destes profissionais trará mais segurança para que a vítima se sinta mais confiante para denunciar e assim se tornar um parceiro do estado, a fim de reprimir esses delitos envolvendo convicções ideológicas, sexuais e religiosas”, alerta.

Parceiros institucionais - Em junho de 2017, durante o Encontro Estadual de Políticas Públicas para População Negra, por decisão do Governo do Estado de Rondônia, a Secretaria de Estado de Segurança, Defesa e Cidadania, a Secretária de Estado de Assistência e Desenvolvimento Social e a SEPPIR, ficou acertado como tomada de decisão a criação do Núcleo Especializado em Crimes Raciais e Discriminação Religiosa, que funcionará na Unidade de Segurança Pública (UNISP),  em Porto Velho/RO.

A criação do Núcleo possibilitará um melhor atendimento às vítimas destes crimes, como também o intuito de melhorar a investigação e a possibilidade da elaboração de estatística para que se possa desenvolver políticas públicas no sentido de combater a discriminação racial e intolerância religiosa.